domingo, 12 de março de 2017

Olho o espelho e vejo-me demoradamente. 
Todos os dias me vejo e me reconheço e gosto ainda de me ver acabada de acordar. Gosto. 
Gosto quase todos os dias de mim.
É no entanto quando tenho tempo e me detenho em frente ao espelho, quando me olho demoradamente e com calma que vejo como o tempo tem passado por mim, este tempo que não pára, este tempo que não tem tempo de parar um pouco e esperar por mim.
Vejo umas pálpebras a ficarem descaídas outrora esticadas e lisas onde o eyeliner ficava perfeitamente desenhado, umas rugas ao pé dos olhos e da boca que escondem agora a sombra e o batom.  Vejo umas mãos brancas e com manchas, uma pela baça e cansada outrora coberta de sardas de que tanto me orgulhava, um ventre mole, uns ombros escanzelados, umas pernas finas. Sim, esta sou eu, aquela de quem gosto quase todos os dias. É quando tenho mais tempo que gosto menos de mim...


P.S. Vou trocar de espelho :)

26 comentários:

  1. havia tanto para dizer sobre isto, mas já aqui está muita coisa dita e celebrada.
    boa semana, GM.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois havia Mia. O tempo não pára é o que mais certo temos. Boa semana

      Eliminar
  2. Welcome Tô my world. Ou seja "vamos fazer a corrente de agradecimento por termos chegado a este patamar"
    Kis :=}

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim AvoGI, sinais do tempo que passámos e que aqui chegámos. Celebremos :) Bjs

      Eliminar
  3. Nem sempre é fácil, mas aprender a aceitar as marcas deixadas pelo tempo é uma aprendizagem importante que acaba por ser gratificante. Afinal de contas, a nossa vida deixou um rasto e isso é bonito.

    Um beijinho, GM :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhar para trás e ver o nosso rasto é de facto gratificante, cada ruga, cada mancha é um pouco de história, da nossa história Miss S. Beijinho

      Eliminar
  4. Porque não te demoras a pensar, que chegaste aí, quando tantos nem tempo tiveram de criar umas ruguitas?
    Vá lá, não é tudo mau é pior ahahahahahah
    brincadeirinha
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma boa perspectiva essa Non. E não é mau é bom :) beijinho

      Eliminar
  5. Eu percebo isso...

    Mas a beleza, a verdadeira, não vem do espelho :)

    Acredita, não é forçado, nem clichê, é mesmo assim, a beleza é outra coisa ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão CC e quanto a essa beleza de que falas é tal como a imagem que vemos no espelho, quando nos demoramos a ver-nos é que vimos as coisas de que não gostamos :)

      Eliminar
  6. ...hummmm, será que o espelho veio da "feira popular"? São uns "mentirosos", não ligue. Tive de "domar" o meu - agora está sempre disponivel para responder com "acerto" : "eespelho meu, espelho meu, há alguém mais charmoso do que eu?" Diz que não, o simpático...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlos, já despedi este e mandei vir outro. à experiência, claro. Ao menor deslize está despedido eheheh

      Eliminar
  7. sempre que me olho num, penso: quem é este jeitoso?
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse espelho é dos fixes Manel, guarda-o bem :))

      Eliminar
  8. Cuidado ao trocar de espelho, pois segundo os sacanas dos russos dá azar parti-lo... :)

    (Adoro sardas!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parti-lo é que não Eros, acho que vou dar-lhe um tratamento esfumado, sempre disfarça o que se vê :))
      As sardas voltam no verão, espero :)

      Eliminar
  9. Não é fácil envelhecer...o melhor é não dar importância ao espelho..

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isa, é olhá-lo apenas quando ele está de bom humor :)

      Eliminar
  10. Tenho um espelho desses, também, e dias em que ele não me perdoa nada. O que me vale é que na maior parte dos dias olho para ele à razoável distância do lavatório da casa de banho e sem óculos. Como sou míope, a coisa não dói tanto. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho feito o mesmo Luisa e sem acender a luz, sempre disfarça :))

      Eliminar
  11. Os espelhos são do caraças...E o tempo não perdoa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em certos dias é melhor nem tê-los Tulipa :)

      Eliminar
  12. Tudo passa e as fibras do tecido
    Do ser humano vão se degradando
    Eu olho ao espelho lá de vez em quando
    E vez enquanto me acho parecido

    Com o que fui, mas não tomo partido
    Da juventude ou da velhice, e quando
    Penso na vida e que estou definhando,
    Sorvo da taça o líquido e liquido

    O pensamento meu na voz do vinho
    Velho ao vigor da vida, e adivinho
    Que a velhice vem por ser preciso

    Pensar que vamos bem devagarinho
    Trilhado o dia de seguir sozinho
    De onde viemos - nosso paraíso.

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
  13. E lá tá ela com a idade... ao ó pah que malha :p esquece lá isso miúda e vive a vida aproveita dança salta anda de byke que continuas linda <3
    Jinhossssssss xata :))
    Instagram ∫ Facebook

    ResponderEliminar
  14. Até oh Gaja Maria, até eu ontem olhava e tanto ginásio, tanto cuidado e começo a notar os primeiros traços da idade. Nada a fazer. Também continuo a gostar de mim.

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: