terça-feira, 11 de outubro de 2016

Na dúvida é ter um pé de cabra à mão

Trabalhar sob stress, fazer mais coisas do que se consegue num curto espaço de tempo e contra relógio, é coisa para fazer saltar qualquer tampa desprevenida. O meu treino está em curso e posso confirmar que o domínio da tampa está no simples facto de nem sequer deixar que se entreabra pois uma vez o processo iniciado, o domínio está comprometido. O incentivo de ter conseguido uma ou duas vezes, mais uns pregos que comprei para a manter hermeticamente fechada hão-de resolver o resto. E chove lá fora.

31 comentários:

  1. Mas essa tampa precisa é de um daqueles dispositivos que rodam, rodam, rodam para deixar sair aos poucos a pressão... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Luisa, tipo panela de pressão :) é o melhor sistema. Isso e deixar em lume brando, nunca no máximo eheheh

      Eliminar
  2. Ou seja precisas de apito de pressão :)

    Lá fora a chuva cai

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É Non, um apito para travagem e abrandamento :))
      Beijocas

      Eliminar
    2. Vês o que te dizia no mail - acabei de ser notificada que me respondeste - a mim e a mais umas quantas eheheheh

      abreijo

      Eliminar
  3. Ó GM, precisas de férias né? mas ainda agora vieste :( tem calma miúda se te salta a tampa ainda me apanha, tal é a pressão :)
    Beijinhos
    Instagram ∫ Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho de me habituar a chamar-te Mena :)) Hoje correu bem, cheguei ao fim do contra relógio com sucesso e com a pressão em nível médio :))
      Dorme bem :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Vivo bem com chuva durante a noite se não sair de casa Manel, agora ela a cair-me no lombo é que já não acho piada ó Mau-Tempo :))

      Eliminar
  5. Calafetar ou pôr um peso de 50 quilos em cima da tampa também pode resolver no caso de termos uma pressão capaz de fazer saltar os pregos. Há que tentar de tudo :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois Lápis, já pensei em tudo, o pior é que depois posso querer abri-la e não consigo. Bahh! Isto de ser "prima" do António Variações não é bom, não é :)))

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Não gosto muito de chuva, mas até já tinha uma certa saudade de a ouvir Teresa e mal posso esperar pela manhã e pelo cheiro a terra molhada :)

      Eliminar
  7. no meu caso é o contrário....calma, silêncio...
    tenho saudades de stress!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que é demais cansa sempre Estrela, seja para um lado seja para o outro. É o habitual, q.b. de calmaria, q.b. de stress. Se pusessemos controlar seria assim :)

      Eliminar
  8. Convivo melhor com a pressão do que com a chuva. Ou melhor, a chuva descontrola-me a pressão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até parece impossível ouvir-me dizer isto Impontual, mas estava com saudades de chuva. Agora já chega, pode voltar o sol :)

      Eliminar
  9. Saltar a tampa é mau, por isso às vezes convém deixá-la entreabrir, para deixar sair a pressão antes que salte. xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pôr uma espécie de torneira na tampa não é Zé?, assim vai saindo devagarinho, à medida que nós queremos, ou abrimos mais, ou apenas um pouquinho :)

      Eliminar
  10. Entre o stress e a chuva, viva a chuva...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei qual deles é pior Miúda, há dias em que a chuva me faz saltar a tampa e a pressão da tampa me faz chuva :))

      Eliminar
  11. Ui, quando a tampa salta é que fica o caldo entornado. Mas hás de a conseguir manter fechada =)
    A chuva pode nao ser das melhores coisas mas quando pára fica aquele cheirinho a relva molhada e aquela sensação de paz. Aproveita-a =)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse cheirinho é tão bom mas acontece apenas com as primeiras chuvas, depois chega :))

      Eliminar
  12. De vez em quando é vital para a nossa saude mental que a tampa salte. Demasiada pressão, acaba por fazer mossa nalgum lado. O corpo não é de ferro.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade Elvira, para isso tenho as minhas pedaladas, as corridas, o ginásio, as caminhadas ao ar livre. Fazem milagres :)

      Eliminar
  13. Não a mantenhas muito fechada porque vai-se a ver e um dia alguém agita a coisa mais um bocado e isso entra em efervescência... já viste onde quero chegar, né? CABUM!! :D

    ResponderEliminar
  14. As vezes é bom que a tampa salte por se deixares acumular muito depois é pior...

    ResponderEliminar
  15. As vezes é bom que a tampa salte por se deixares acumular muito depois é pior...

    ResponderEliminar
  16. Saltar de vez em quando é remédio santo para combater o stress. Pelo menos durante uns tempos!

    ResponderEliminar
  17. Às vezes andar e trabalhar sob stress é complicado... Mas às vezes é quando se trabalha melhor. Mantém-nos focados e eficientes. Beijinhos Serena

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: