quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Venha de lá esse Natal

Dois comprimidos de coragem, três de paciência mais dois para enfrentar multidões e numa hora de almoço, aliás duas horas de almoço, altura em que teoricamente haveria menos confusão, fiz-me ao shopping. Em modo sprint, percorri lojas apinhadas, prateleiras desarrumadas, driblei famílias inteiras, fiz-me corajosamente às filas para pagar e despachei o Natal!
Devo dizer que não foi fácil contornar a condição de tesa mais tesa não há e foi com grande tristeza que verifiquei que só comprei pinderiquices e mesmo assim a minha conta ficou de uma tal magreza, quase a rondar a anorexia. Mas não importa. O que importa é que o bacalhau e as couves também estão tratados, o peru já está bêbedo e as rabanadas irão estar na mesa assim como uma imensa quantidade de iguarias que não vamos conseguir comer. Estaremos todo o dia a cozer à lareira e a ver o Sozinho em Casa XXII , uns jogam às cartas e outros conversam. Os miúdos passarão o dia nas redes sociais e os graúdos recordarão os que já cá não estão com um ar triste e nostálgico. Será mais um Natal de uma família unida e feliz e assim é que deve ser.
No final do dia vinte e cinco e com mais uns três quilos de comida no bucho, arrumam-se mesas e cadeiras, distribuem-se as sobras e cada um vai à sua vida.
Será, no final de contas, mais um bom Natal e conto que o espírito vá lá estar.

15 comentários:

  1. O importante é mesmo o espírito e a família unida (=

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Sofia, nestas alturas o resto é secundário e a família é das riquezas que temos :)

      Eliminar
  2. Só te digo que é muito triste ser pobre, uma pessoa só compra lembranças e fica com a conta a ganir.
    Tomara que chegue 2018 para voltar à normalidade, nesse entretanto, Feliz Natal

    ResponderEliminar
  3. O mais importante de tudo é, mesmo, a família reunida! Um ótimo Natal!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo Isa, a família unida é nos tempos que correm um bem precioso. Feliz Natal!

      Eliminar
  4. Um santo e feliz Natal!
    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. ... diz muito bem : "...no final de contas, mais um bom Natal..." :-).
    Sugestão de leitura, um dos "Novos Contas da Montanha", de Migeul Torga: NATAL.
    Tenha, pois, "(...) mais um bom Natal(...)", GM.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Carlos. E feliz Natal para si e para os seus.

      Eliminar
  6. Quanto li o seu texto deu-me a sensação que estava a descrever o meu Natal, só lhe acrescentava que para além de "os graúdos recordarão os que já cá não estão" passarão a noite a jogar cartas ou monopólio e outros a dormirão sentados no sofá com um olho aberto e outro mal fechado.
    Boa noite e bom Natal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheh Teodora, esqueci-me dessa de dormitar no sofá com, como se diz, "um olho no burro e outro no cigano". Também acontece por cá :))

      Eliminar
  7. E assim tá bem GM a familia é o nosso bem mais precioso. Quanto às fichas, fazias como eu e assim a conta ficava igual. Ahahahahah
    Beijinho GM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haja saúde Mena, o resto logo se vê. Beijinho e Feliz Natal!

      Eliminar
  8. Cada vez me convenço mais que o natal tem muito pouco que ver com prendas. :) Boas festas!

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: