segunda-feira, 12 de março de 2018

Alma minha desassossegada que se encanita por tudo e por nada

Se ontem eu queria matar pessoas, hoje foi um dia de tréguas, tréguas da chuva, tréguas do vento, tréguas do meu pensamento. O céu não chorou e chegou até a estar pintado de azul por vários momentos, o verde até me pareceu mais verde e a minha alma sossegou. Lá fiz as pazes com a minha pessoa. 
Vesti o meu melhor sorriso, calcei a minha boa disposição e fiz-me à vida embrenhando-me no trabalho o dia todo. E se a marmita do almoço trazia uma sopita e uma empada de galinha para tirar os remorsos baleares do fim de semana, o lanche foi bolo desmanchado. Feio mas bom que estava o gajo. 
Voltei ao foco e fui ao gym, esmerei-me no jantar e para o dia ser perfeito, só faltou mesmo o voo sincronizado do pelotão de pássaros da uma da tarde, mas a primavera está tardia.  Bem que perscrutei o horizonte mas não deram um ar de sua graça, há muito que não os vejo e, julgo, não voltarão tão depressa, parece que vai continuar a chover. Se amanhã eu voltar a querer matar pessoas, desculpem qualquer coisinha, é derivado dos nervos em franja, sim, a tal que cortei à tigela há uns tempos e já voltou a crescer.
Que alma esta a minha, tão mas tão desassossegada. Encanita-se por tudo e por nada.

14 comentários:

  1. Desde domingo que ler-te faz-me lembrar um carrossel, ora em cima, ora em baixo :-) Também sofro com as "depressões" de Inverno, mas ao contrário de ti, a situação mantém-me em , sempre, é mais aquele carrossel das criancinha, lento e de piso regular, só que em mau.
    Mas, graças à santa há sempre um mas... o dia 20 está já ali e com ele vem a Prima que espero não venha vera :-)

    Jokas menina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Non, sou um carrossel de emoções à flor da pele. Já nem eu posso comigo, acredita. Eu bem que tento virar a coisa, mas isto não vai lá nem com bolo de chocolate desmanchado :))
      Abracinho

      Eliminar
  2. Parece que está a sofrer a falta dos dias de sol. Ficamos todos como se andassemos descalços em cima de pregos.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ando sim Elvira. Apesar de sabermos que a chuva é necessária e bla, bla, bla, a falta de sol faz diferença sim.
      Abraço

      Eliminar
  3. Que venha o sol para animar o pessoal...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. Como te entendo. Também tenho dias de querer matar pessoas. Uma em particular mas parece que é crime... Não entendo. A mim parece-me um favor à humanidade mas enfim...
    Venha o sol. Bem precisamos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que vale é que passa Mafalda sem que tenhamos tempo de realizar os nossos intentos. Venha o sol :)

      Eliminar
  5. A minha alma encanita-se com a chuva.
    Eu percebo que a chuva faz muita falta, mas, cum catano, porque é que não chove só nas barragens e nos terrenos agrícolas? eheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso Jota, e de noite. Chovia aí até às 6:30 da manhã e estava feito :))

      Eliminar
  6. Eu cá também sou gaja de muito encanitamento.
    Como dizia a canção da Gabriela "eu nasci assim, vou ser sempre assim".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Raios partam este mau feitio. Já nem eu me aguento :)

      Eliminar
  7. O que nos difere dos demais, não são os pensamentos, (que com esses podemos fazer tudo e mais alguma coisa!) mas sim as atitudes, são elas que mostram de que fibra somos feitos! Mas confesso, em pensamentos já teria 27 prisões perpétuas!

    ResponderEliminar
  8. Não é por acaso, mas gosto do teu desassossego. Tem muito de humano, e isso, por ser fundamental, é quanto me basta.

    Um beijinho, GM :)

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: