domingo, 22 de abril de 2018

Manhã de domingo

E hoje, após seis dias de treino, resolvi que descansaria as pernas e o traseiro até quarta-feira, dia da partida para a grande aventura. Enquanto desossava o pato, sim, eu hoje estive prendada, desossei um pato inteiro, fiz arroz de pato não muito escondido, pão de ló e morangos com açúcar sem partir nem avariar nada. Posto esta constatação, lembrei-me de que ainda não vira a glicínia de Papai em flor e já era tempo dela. Dele. Limpei de imediato as mãos e corri para o quintal. A caminho, Toni, o gato estrábico de Mamãe enrodilhou-se nas minhas pernas quase me fazendo cair, aquele gato adora-me e dorme à minha porta todas as noites à espera das minhas festinhas logo pela manhã, depois vai à sua vidinha. E foi, mas atràs de mim, claro. Pois que a glicínia já está  em flor e a começar a abrir. O seu perfume está como todos os anos, inebriante e muito intenso. Esta glicínia é mágica, faz-me lembrar pessoas. uma pessoa em especial.... E faz-me tanta falta.

13 comentários:

  1. Minha querida Gajamiga

    Bonita estória de começo de Primavera que aliás já vai entradota e faz jus ao ditado Abril águas mil. Com gato, pato, morangos com açúcar, glicínia et alia fizeste mais do que o tal arroz com o pato desossado um verdadeiro pot pourri. Boa malha! :-)

    Há quantos anos não vais à Nossa Travessa? Olha, sugiro-te que faças agora lá uma visita porque
    A Nossa Travessa publica um novo artigo que aborda o tema dos monumentos megalíticos em Portugal e em especial o Cromeleque dos Almendres que é o maior da Península Ibérica e fica situado a cerca de 11 quilómetros de Évora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então Amigo Henrique, uma boa malha sim senhor que o arroz de pato ficou uma delícia diz o pessoal cá de casa. Tenha uma boa semana e olhe que o tenho visitado lá no seu cantinho :)

      Eliminar
  2. Tão bonita... Adoro glicínias. E não tenho nenhuma, embora todos os anos quando as vejo em flor em quintais de outras pessoas, penso que hei de arranjar uma também. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o perfume que ela deita luisa, é maravilhoso :)

      Eliminar
  3. Tão trabalhadeira que anda a menina, senta-te a ver se isso passa :-))

    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Também tenho "coisas" que me fazem recordar :)
    As saudades nunca se perdem, irão connosco até ao dia em partir-mos.
    Beijinho GM boa semana

    ResponderEliminar
  5. boa semana, GM. que as saudades possam sempre ter um cheirinho que nos console.
    beijinhos,
    Mia

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, não conhecia a linda árvore de nome Glicínia, não me admira nada que o gato goste de si, ao contrario é que me admirava.
    Feliz semana, ferias e pedaladas.
    AG

    ResponderEliminar
  7. A minha está toda ela perfumada, só flor. De manhã, quando acordar, irei visitá-la, não vá aparecer algum malandro a desencaminhá-la.
    Gostei da estória, de tudo, da glicínia e do gato. Não digo nada do pato para poupar as salivares.
    Já não vinha aqui há um tempinho. Vou dar uma espreitadela por aqui abaixo.
    Bj.

    ResponderEliminar
  8. Uma foto maravilhosa, Gaja. Estou capaz de te a pedir para um dos meus textos. Vale?

    Abraço :)

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: