quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Por cá

Hoje a minha "apneia" transportou-me de novo para a rua, mesmo em frente aos meus olhos. Chove. As árvores bailam freneticamente, embaladas talvez por uma qualquer melodia rápida e nervosa. Deve estar frio, mas eu sinto-me bem cá dentro. Não está aqui sol (ainda) e existem alguns focos de incêndio, uns a serem apagados, outros nem por isso, mas apesar de tudo e da aura iluminada de uma enxaqueca pairar mesmo por cima dos meus olhos, sinto-me bem. Estou quentinha.

9 comentários:

  1. Ó Gajinha, chove e há focos de incêndio? Deliras com a enxaqueca? Ou talvez não. Explica lá isso :-)

    ResponderEliminar
  2. Ahahahah Non, o busílis da questão é lá fora e cá dentro. E não é só dentro de mim:))) mas também. não sei se me faço entender... O que vale é que já chegaram as vitaminas eheheheh

    ResponderEliminar
  3. Sentir-se bem com enxaqueca, quer dizer o que? É masoquista, ou uma supermulher?
    É que sofri disso durante anos. E ficava sempre de rastos.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sofro imenso com enxaquecas Elvira. Algumas vezes chego a ficar doente e a vomitar. Por vezes tenho como hoje tive de manhã, uma aura de luz na vista que antecede a enxaqueca que normalmente só aparece à noite e eu já sei, ataco logo e nem a deixo avançar. Foi o caso.

      Eliminar
  4. Oh pá, tu dá-me o nome dessas vitaminas, também quero ficar "quentinha" :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Magui, posso dar-te o nome das vitaminas quando tiver a certeza que fazem realmente efeito, só comecei a tomar ontem:)) o sentir-me quentinha é do ar condicionado eheheh

      Eliminar
  5. Quando comecei a ouvir falar em enxaquecas, pensava que era coisa de gajas. Agora basta-me conduzir meia hora com o sol de frente e começo a ficar com uma dor por cima do olho esquerdo que, com o tempo, vai alastrando da testa até ao meio da carola. Por vezes chego a casa e tenho que me deitar no escuro, porque nem os comprimidos me tiram a dor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jota, enxaquecas são mais frequentes nas mulheres, mas conheço homens que têm, inclusive o meu filho mais velho. E sim, são muito lixadas e custam a passar. Dores num lado da cabeça, náuseas, vómitos e uma prostração geral. Se não as ataco logo, vejo-me aflita para as fazer passar... Da última vez o médico receitou-me Zomig para inalar mas aquilo e caríssimo. Costumo tomar analgésicos e vou variando para não criar grande habituação.

      Eliminar
  6. adorei o teu blog! ganhaste uma nova seguidora!
    passa no meu e diz o que achas!
    beijinhos
    http://eyeelement.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: