terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Pudesse eu

Enquanto olho as minhas unhas com o gel já a meio e as pontas riscadas e estragadas das luvas de andar de bike e decido a cor que vou colocar a seguir
Enquanto acho que amanhã vou ficar a pé porque hoje tive preguiça de ir às bombas meter gasolina e esperar pela minha vez e decido que amanhã saio mais cedo de casa para ir fazê-lo
Enquanto passo a responsabilidade do jantar para  a mão maridão e decido zarpar a toda a velocidade para o ginásio.
Enquanto me esfalfo na aula de combat e logo a seguir na de spinning e decido que ainda vou fazer Hiit  porque acho que podia passar horas naquilo sem me cansar
Enquanto decido andar de pijama no meio da rua pendurada nos muros dos vizinhos a salvar o meu gato de uma briga
Enquanto ando às voltas na despensa à procura de um chocolate e penso em decidir que havia de me deixar dessas gulodices...
Enquanto decido isto tudo e mais alguma coisa, penso cá com os meus botões que eu havia era de decidir em me preocupar mais com estas minudências do que com outras que me quedam de sorriso amarelo ou sem sorriso e aspeto de calmaria por fora quando por dentro sou um verdadeiro vulcão em erupção, uma autêntica mulher bomba capaz de se fazer explodir a qualquer momento.
Pudesse eu mandar nisto tudo e seria capaz de tomar decisões mesmo difíceis...
Pudesse eu.... faria e diria tantas coisas.

22 comentários:

  1. Posso juntar-me ao clube? :-)

    Boa noite GM

    ResponderEliminar
  2. Ora essa minha amiga Non. O clube está de pedra e cal. Façamos uns panfletos e gritemos em uníssono.
    :)) Ai que ando tão azeda
    A ver se isto passa depois de dormir :)) Bjocas

    ResponderEliminar
  3. Que anda aí atravessado miúda :) deita tudo cá para fora e pronto :)
    Beijinho GM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mena, Isto sou a imaginar coisas pois se fossemos a dizer tudo o que pensamos sem qualquer filtro a coisa não ia correr bem não é?
      Beijoca

      Eliminar
  4. Gostei de te imaginar de pijama pendurada no muro do vizinho :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janela Indiscreta, eu faço com cada figura... o que vale é que isto é um lugar pacato e quase não anda ninguém na rua à noite:))

      Eliminar
  5. Será que o quer, mesmo? Sempre ouvi dizer que querer é poder.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Naaa Elvira. às vezes é mesmo melhor estar calada :)
      Abraço

      Eliminar
  6. Ah, Gaja Maria, assim é que se escreve. Enquanto Patife das Letras fui gentilmente tocado por elas, e chamo desde já a sua atenção! A linguagem é como uma pele. É como se tivesse dedos de palavras ou palavras na extremidade dos dedos. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais Patife. E por isso e para não ferir grandes susceptibilidades falando, venho ao blog escrever nas entrelinhas :)))

      Eliminar
    2. !Mas já que se há de escrever, que ao menos não se esmaguem com palavras as entrelinhas". ;)

      Eliminar
  7. . lolVai "arrebentar" longe, para não cheirar mal-

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há perigo Jota. Ando a comer sabonetes eheheh

      Eliminar
  8. Atão queres ser a dona disto tudo? Olha, voto em ti.
    Não deixes é de passar por cá, com sorriso amarelo ou roxo, gosto de te ver por aqui.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E era mau Magui ser DDT? Era uma trabalheira, mas a coisa dava-se :)

      Eliminar
  9. Visitando, lendo, gostando do seu blogue e das publicações que aqui são publicadas.

    Deixando cumprimentos

    ResponderEliminar
  10. Mulher-bomba? Do homem-bomba dá notícias o Jorge Palma, https://www.youtube.com/watch?v=ZfyAsj4_ZDI
    mas nunca pensei que, desse lado, surgisse tal ameaça. :)
    Vista bem a coisa, a GM, lá bem no fundo, gostaria de deflagrar bombas de flores, enquanto pedala. Com a família sempre a tiracolo, pois é claro.

    Um grande abraço :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AC, bombas de flores, uma ótima ideia tendo em conta que resolveriam algumas contendas por surpresa :))
      Bjs

      Eliminar
  11. O querer, muitas vezes não é poder... ai se fosse...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  12. r: acho que quem é vitima de violência se cala, mais porque sabe que as leis não funcionam e por medo se calam, as instituições são outra, que também não funciona. Enfim GM um M...@
    Beijinho boa sexta :)

    ResponderEliminar
  13. A passar por cá, hoje, para desejar um bom Carnaval!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: