quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Talvez

Talvez seja da idade. Talvez...
Não porque seja algo velha, ou menos nova, mas porque já vivi tantas emoções, porque já me iludi e desiludi tanto, porque já fiz tantas coisas boas. E más. Porque já fui tão feliz e infeliz, tão triste e tão alegre. Talvez seja por tudo isso que algumas coisas se tornam tão relativas, tão suaves, tão pouco importantes. Ou talvez tenham mudado as prioridades, os interesses. Ou talvez eu esteja diferente. Ou igual. Para melhor. Ou para pior. Talvez...

21 comentários:

  1. eu acho que é da idade... uma pessoa deixa de dar importância a certas coisas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também acho que é isso Ovelha, com o tempo aprendemos a não perder tempo com certas coisas :)

      Eliminar
  2. Dás por ti a pensar que já nem vale a oena e isso é "calo", vamos medindo o que nos afecta ou não com outros olhos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dona de Casa, havia de haver um botão, poupava-se muita chatice não era?

      Eliminar
  3. Dúvidas? Hummmm... Li n'"O Bebbedor de Horizontes", de Mia Couto, esta "coisa gira": “Às vezes,o único ato de coragem consiste em não fazer nada”. Fiquei com dúvidas (?) mas estou a seguir o "conselho" :-)


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez seja por aí Carlos, se não fizermos nem dissermos nada não temos chatices nem dúvidas de certeza, Boa noite Carlos

      Eliminar
  4. Tás crescida mulher. Foste aprendendo a valorizar o importante, a deixar de lado o que nada acrescenta e... a tomar consciência que espremida, esta vida, não vale um caracol.

    Beijokas tantas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo Non, certas coisas nem valem mesmo a pena. Mas no fundo tornamo-nos "desenchabidas", não?
      Jinhos Non

      Eliminar
  5. A estar diferente, é sempre para melhor (;

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que sim Sofia, não quero tornar-me uma cota ranzinza :)))

      Eliminar
  6. Estás diferente, porque aprendeste (até rimou) ahahahahah é isso GM os "enta e alguns" ensinam tanto, mas é bom, pelo menos para mim. Agora mudei muito e finamente mando à m...@ tudo o que não me faz bem, incluindo pessoas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não rimou nada, pá. Onde é que "diferente" rima com "aprendeste"? eheheh

      Eliminar
    2. Mena, aprendemos, criamos defesas, ganhamos certezas de que não estamos para certas coisas. Como tu dizes, incluindo mandar à m...@ tudo o que não faz bem :) Beijinhos

      Eliminar
  7. Com a idade há uma característica dos portugueses que nos deixa mais calmos. Chama-se "tassecagandismo".
    - Olha, o Benfica perdeu.
    - Estou-me cagando.
    - Olha, deixei queimar o refogado.
    - Caguei para o refogado. etc, etc, etc.
    eheheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão Jota. Acho que entrei nessa fase :))

      Eliminar
  8. Aprendemos a definir prioridades e isso não é da idade, é sabedoria, minha amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acabamos por aprender a fazê-lo Magui, talvez até por necessidade. É assim a vida :)

      Eliminar
  9. Querida Gajamiga

    Bom Natal + feliz ano Novo + Estupendo Dia de Reis

    Tenho 76 anos e por isso concordo contigo

    Qjs do

    Henrique, o Leãozão

    tenho forçosamente de te explicar o motivo da minha longa ausência: Tive uma recaída da bipolar durante quase um ano e começada em Goa! tenho um irão com um cancro em fase terminal! Eu próprio Há cindo dias baixei ao Hospital de Santa Maria com uma pneumonia agravada. Resultado. estive lá oito dias até que me deram alta. Arreporra que é demais


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Henrique, espero que esteja melhor. Feliz 2018!

      Eliminar
  10. Em suma: tens vivido, e bem, questionando e rindo, às vezes chorando, desafiando(-te), mas sempre com o apoio incondicional da família, pejado de afectos...
    Não te queixes, GM, que estás aí para as curvas.

    Abraço :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me queixo AC, acho até que a vida me tem poupado a certas coisas menos boas. São meras constatações.
      Bjs

      Eliminar

Quem quer pensar comigo: