quinta-feira, 16 de abril de 2015

Inventam estas modernices só para encanitar uma gaja

E como eu estou encanitada.
Uma gaja dirige-se à maquineta de reconhecimento facial, a horas próprias de entrar ao serviço e a sentir-se fresca que nem uma alface, no seu passo confiante e seguro. Olha para a maquineta, tenta acertar no circulo com o seu melhor lado e ... wow! dá um salto para trás assustada. 
Olha de soslaio por cima do ombro não vá aquela cara ser de outra pessoa e não sente nenhuma presença atrás de si, vira mesmo a cabeça para se certificar que está sozinha, está mesmo sozinha e, na dúvida, volta a enquadrar-se com a maquineta. WOW!! Mas quem é aquela ali na maquineta, tão cheia de sardas e de rugas, de papos de olhos inchados, com ar esgaseado, pescoço esganiçado e cabelo desgrenhado, ein?? Serei mesmo eu? EU? Trrlliimm, visto verde. 
Sou mesmo eu! 
Sinto-me encanitada pois sinto, é que sinto mesmo uma tristeza tamanha, capaz de me fazer entrar em depressão profunda de forma que vou ter de ir para a baixa e não mais ter de enfrentar aquela maquineta do diabo. É que só falta a porra da máquina sair-se a dizer: "És tu és, julgas o quê, ó cota, que és a Claudia Schiffer ó quê??
Eu bem que achava que os espelhos me andavam a enganar. Eu a achar que até era bem parecida e com ar jovem e vai-se a ver... Amanhã vou ter uma conversinha com aquela maquineta.

27 comentários:

  1. Tadinhaaa =P Vá não penses nisso mulher aposto que és lindaaa tal como és!!!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Maquineta de reconhecimento facial? Isso parece-me tanto futurista! :)

    ResponderEliminar
  3. Tu andas a estrelar um filme de ficção? Chiça!

    Beijos, GM. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh não me importava, mas com a figura que me aparece no ecran só se fosse para fazer de Alien :)))

      Eliminar
  4. Maria não sejas Gaja :-) sente-se o teu charme ao longe e isso o sumo de ser Mulher...as casquitas, logo, logo vais dar um jeito nelas ou não sejas Gaja e Maria :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois pois, temo que já não haja escapatória, agora, só um lifting... :))))

      Eliminar
  5. Já vi essas maquinetas a funcionar. Giro, giro é ver as pessoas a tentar encaixar a cara naquele círculo pequenino :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, temos de nos por dentro do círculo para a máquina conseguir focar e temos de estar na distância certa. Podemos abanar a cabeça ou ir de cabelo apanhado, ela reconhece na mesma :))

      Eliminar
  6. Acho que estás num crossover do Ghost Whisperer e do James Bond.... Good luck!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora gostei ó Boneca Amiga. Até me sinto uma verdadeira Bond Girl :)))) nada como ver as coisas por outra perspectiva :)

      Eliminar
  7. Há espelhos que são do caraças. Não desesperes. Acho que tem tudo a ver com a luz. O espelho do meu elevador é um querido. Por isso saio de manhã, a ver-me linda e esplendorosa. Já o espelho do WC do estaminé onde trabalho, é um filho da p, do pior. E esses não são credíveis. Garanto. Mais vale ignorá-los. Assim como algumas maquinetas e câmeras fotográficas. Filtros estragados. No fundo, resume-se a isto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão. Sou gaja para mudar de espelhos, andam a fazer um compelir contra mim a ver se me deitam abaixo. Parvos. Eles vão ver.... :))))

      Eliminar
  8. Vai pelo que diz a Rainha Ervilha. Não podia estar mais certa!
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Feito! Já mandei vir a marreta para dar cabo deles :)))

      Eliminar
  9. Ignora a máquina .... nem a Claudia Schiffer consegue ter um ar apresentável de manhã! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto tanto de ti Nina :)))) só tu me compreendes

      Eliminar
  10. Respostas
    1. :)) então estas no sítio certo. Mas olha que isto de pensar tem dias :)))

      Eliminar
  11. Oh as tecnologias são traiçoeiras!!!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  12. O que eu já me ri com este teu post. E estou contigo! Malditos inventores! Onde é que já se viu?!
    Mas, giro, giro, é existir outro alguém (que não eu) que ainda utiliza a Claudia Shiffer como termo de comparação - há muita maltinha que nem sonha quem seja!
    Lindoooo!

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: