sábado, 18 de abril de 2015

Sons da manhã

Deitei-me já tarde e custou-me a adormecer. Acordei era ainda madrugada. 
A porta do quarto estava entreaberta e deixava-me perceber uma luz ténue que entrava através do vitral da escada. Ouvi um galo a cantar lá ao fundo e outro galo e ainda outro. Anunciavam a manhã à desgarrada. Desta vez deixei-me ficar, atenta aos sons da manhã. 
Pássaros, muitos pássaros inundavam a palmeira da vizinha de vida e de chilreios felizes. Gritos de pombos passavam a voar, um carro ou outro passava devagar, Onde iriam àquela hora numa manhã de sábado? Havia um outro pássaro, com outro som que não se calava. Conhecia aquele som de muitas outras manhãs, mas nunca soube o seu nome, um dia quando me lembrar ainda hei-de pesquisar ou perguntar se alguém das redondezas também o ouve. Seria uma popa? 
Fui sentar-me no topo da escada com o meu caderno e uma caneta. o Zé, o gato, ao ver-me, sentou-se na cadeira a olhar para mim. Que raio fazia eu ali, àquela hora?
O dia clareava e o hall da escada  ganhava contornos, estava entretanto inundado de luz. Os galos continuavam a cantar. Como podia ainda haver por ali ainda tantos galos se quase todos os velhotes haviam partido e as suas casas haviam sido vendidas, ou reconstruídas, transformadas em lares modernos sem galos, habitadas por filhos ou netos ou mesmo outras gentes, novas na zona, que como único animal teriam um hamster, um cão ou um gato?
Ouvi portas, o Bruno estava a abrir o café e a Silvina chegou do mercado com o carro cheio de verduras e frutas frescas que vai dispor em caixas alinhadas da sua mercearia à espera das freguesas. O Zé, em cima da cadeira, inicia a sua higiene matinal, lambe as patas, a barriga, as costelas. 
Senti as pernas frias, o sol no entanto já batia no vitral, os galos calaram-se e a popa estava mais perto. O movimento na estrada aumentou, estava na hora de iniciar o meu dia.

9 comentários:

  1. Boa prosa, Gaja.

    Um bom sábado! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou um pouco azamboada por causa da insônia...as é sábado, vai ser bom com certeza :)

      Eliminar
  2. Epá! Já não temos idade para dormir 2 horas à noite!
    Pergunta: Insónias matinais, melhores ou piores que as noturnas? Votem! :)) Beijinho grande de bom dia para ti, Gaja madrugadora!

    ResponderEliminar
  3. As matinais pelo menos dão-me para a criatividade, já as noturnas fazem-me desesperar de andar as voltas :) bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. sons...sons que por vezes esquecemos de os ouvir no frenesim da via!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. frenesim da vida...melhor dizendo!

      Eliminar
    2. A "via" vida tem destas coisas :)) Bom resto de domingo

      Eliminar
  5. Gosto!
    (como gosto, em geral dos teus posts, alguns em particular).
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  6. Belo texto, parecia que estava a ver um filme... :-)

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: