quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Findou o encanto

Todos os anos, em chegando os meses de Julho e Agosto , teríamos umas férias maravilhosas, de papo para o ar, veríamos o pôr do sol todas as tardes, quiçà o seu nascer, um dia ou dois, leríamos muito, comeríamos maravilhosas iguarias, beberíamos vinhos de marca, algumas bebidas espirituosas, viajaríamos para lugares paradisíacos, , estaríamos rodeados dos nossos, que mimaríamos até mais não, gargalharíamos a toda a hora, engordaríamos alguns quilos  e ficaríamos de molho no mar ou na piscina ou a torrar ao sol ou a fotografar locais bonitos e comidas fantásticas. Então, mostraríamos tudo ao mundo, nos Blogs, no Face e no Insta, quiçá até no Tweet, atualizando ao minuto a nossa felicidade, o nosso tom dourado, o nosso ar descansado de stress e preocupação.
Depois chegaria o dia de voltarmos ao trabalho, alegres e contentes, descansados, bronzeados e em tal modo zen que nada nos afetaria durante semanas por mais que nos atazanassem o juízo. Acordaríamos sem ser necessário despertador, cheios de motivação, vontade redobrada, dispostos a trabalhar horas a fio em prole de nós e de outrem sem nunca esmorecer, deprimir ou entristecer.
Só que não...

11 comentários:

  1. Respostas
    1. Não mesmo, ando aqui a tentar entrar no ritmo desde que vim de férias e está difícil... Jinhos M

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Pois é. Está difícil voltar a entrar na rotina, mas isto vai, ó se vai :) Jinhos

      Eliminar
  3. Por vezes, as expectativas são demasiado elevadas.

    Beijinho, GM :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também, o melhor é mesmo não as ter. Jinhos MS :)

      Eliminar
  4. E todos os anos, apesar de tudo, continuamos a tecer loas ao Pai Natal. A vida é irónica, não é? :)

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: