domingo, 8 de novembro de 2015

Baralhação

Não fosse esta imagem captada praticamente a meio da tarde e não fosse pleno mês de novembro, poderia dizer que esteve uma tarde fantástica de verão na serra. Vinte e seis graus baixando para vinte e dois à hora da foto, seis da tarde. A pedalada estava tão espetacular que nem dei pelo tempo a passar. Quando de repente se fez noite até fiquei baralhada, tomando então consciência da época do ano.
Quem andava também baralhada era a comunidade mosquiteira, eram às centenas a esvoaçar à nossa volta, tontos com o calor. Uma gaja não podia sequer abrir o bico para respirar e era sentir os mosquitos a entrar na boca a cem á hora. Vinham tão depressa que até batiam de cabeça no gorgomilo. Blhac. São azedos como tudo, mas dizem que o que não mata engorda por isso pode ser que seja desta que se me encham as peles das pernas de alicate. Às tantas já não se via bem e tirei os óculos, caramba, surgiam do nada e até picavam. Quando cheguei a casa e me vi ao espelho ainda trazia um mosquito nos dentes e vários no canto do olho. 
Uma tarde fantástica que aproveitámos ao máximo pois talvez não se vá repetir tão depressa uma vez que vem aí o inverno, ou não, vá se lá entender o S. Pedro que anda a tomar uns comprimidos esquisitos. Só pode :)




13 comentários:

  1. ahahahahahhah
    Gajinha, gsto de te ler, e do modo como escreves
    quase me sinto montada numa bike e a fazer parte do grupo
    Donde são as luzes lá em baixo?

    ResponderEliminar
  2. Agradece ao S. Pedro pelo tempo primaveril em pleno mês de Novembro.

    ResponderEliminar
  3. Mas que maravilhaaa =) Essa foto transmite-me uma paz tão grande :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É por estas e por outras que eu adoro pedalar :))

      Eliminar
  4. Também passei uma bela tarde...mas a tua foi mais saudável! Boa semana.

    ResponderEliminar
  5. E eu que adoro mosquitos lol :)
    Bom inicio de semana. ( com mosquitos) ihihihihih

    ResponderEliminar
  6. Boa semana, GM. Segundo parece, o bom tempo vai continuar.

    ResponderEliminar
  7. Também senti o mesmo, aliás, achei que o tempo estava ainda melhor (para pedalar...) do que no Verão do Oeste que foi ventoso e neste fim de semana nem vento havia...
    :-)

    ResponderEliminar
  8. Às vezes, quando descreves as tuas voltas, sinto uma certa inveja dessa espécie de liberdade, em que pedalar nos transporta para outro patamar...

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: