segunda-feira, 21 de maio de 2018

Hoje é que é!

Com uma lista enorme de tarefas para realizar ontem ao fim do dia, que durante o fim de semana estive muito ocupada social e preguiçosamente e não fiz um telho, dirigi-me muito apressada do trabalho para casa. Ao chegar ao pátio para realizar a primeira tarefa da lista, vi o meu gato Zé a dormir na espreguiçadeira e fui fazer-lhe festas, deu-me a moleza e recostei-me. Só um bocadinho. Senti as pernas tão pesadas e estiquei-as. Só um bocadinho. O Zé esticou-se e aninhou-se e eu... só um bocadinho, apaguei! Acordei às oito e tal quando os meus homens chegaram e perguntaram se não havia jantar. Quais tarefas, qual jantar.. Eu que mal consigo dormir de noite quanto mais de dia, dormi uma sesta que foi uma beleza. Não sei.. Mas hoje é que é!

8 comentários:

  1. São uns sonos pesados mas... tão revigorantes que, até apetece repetir no dia seguinte :-)

    Beijo em Tu :)

    ResponderEliminar
  2. Às vezes o corpo foge da rotina. E dá nisso.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. É assim mesmo Gaja Maria.
    Mandar as tarefas à fava, de vez em quando, né!

    ResponderEliminar
  4. Fizeste muito bem GM e sabem pela vida essas cestas ahahahah
    O jantar mandavas vir ;)
    Beijinhos

    r: quando acabar as minhas vacanses eu mando te o iate ahahahahah

    ResponderEliminar
  5. Um outro possível texto para o post: o gato e a gata. :)
    Leva à conta dum elogio. GM.

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. No melhor pano cai a nódoa. Onde se lê texto, leia-se título.

    Uma boa semana, GM :)

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: