sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Eu já tive uma cozinha branca

Era linda, toda branquinha, armários brancos, por dentro e por fora, pedra branca, rara que só ela, azulejo em branco com um leve apontamento em preto, chão de tijoleira branca raiado a cinza, candeeiro branco, tudo se conjugando numa harmoniosa e divinal auréola branca. Aliás, quando construí a minha casa há muitos anos atrás, quis tudo branco, como se o branco fosse o nosso lema, o nosso mantra da felicidade. As portas e os rodapés brancos, paredes brancas, móveis brancos...
Fomos tão felizes na nossa casa branca. A luz entrava a rodos nas nossas coisas todas brancas, iluminando os nossos dias, deixando-nos muito positivos, muito esperançosos, muito bonitos no nosso interior e felizes, imensamente felizes. Na altura, vejam bem, que até tive uma gata branca e um cão branco e castanho. O cão não condizia  assim muito bem com o resto da casa, mas não encontrei um Springer Spaniel todo branco, o que haveria de fazer?
Um dia no entanto, fui reparar na minha cozinha branca, toda suja de bolacha, o chão cheio de papa, os rodapés todos quilados de carrinhos e brinquedos, os móveis amarelados e riscados, a luz já não refletia nas paredes porque os putos gostavam de dormir no escuro, a auréola estava lixada e o mantra que se quilhasse, cansei-me do branco  enfermaria de hospital, coisa insípida e desprovida de cor. Mudei tudo!
As paredes são agora de um amarelo pálido, os móveis castanhos e pretos, a cozinha outrora branca é agora wengue e castanho. Ai c'horror!! Lixei a auréola, dei cabo do positivismo, esfodacei os reflexos de luz... E agora que vocês já sabem, serei concertezamente banida da sociedade, tornar-me-ei uma outsider, uma marginal do blogo-mundo e do outro também. Estou deveras desgraçada aqui no meu sub-mundo  das casas não brancas.
Mas garanto-vos, pode até não parecer, mas eu já tive uma cozinha branca...

O que eu fui fazer à minha cozinha linda branca...

18 comentários:

  1. é o que dá não ser persistente nos conceitos primários que nos enchem os olhos. agora? paciência, outra auréola há de chegar, mais acastanhada, mas mesmo assim, auréola. digo eu, que nunca vi nenhuma, e já andei muito de carreira e de comboio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As aureolas estão até um pouco démodées, esqueçamos as aureolas, só trazem chatices :))

      Eliminar
  2. A auréola para mim vem do coração. E branco só por branco, se o coração estiver deprimido, não há branco que lhe valha. Num coração tranquilo cabe qualquer cor e qualquer cor dá auréola!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente, à nossa aureola damos a cor que nós quisermos não é? Bjinhos

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Eu também e ainda mais porque estava farta da outra :)

      Eliminar
  4. Fiquei a refletir sobre a vida futuro da minha cozinha, que atualmente alterna entre o branco e o cinza (clarinho) … acho que ando a minar "auréola” aos bocadinhos. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixa lá que as aureolas modernas têm um apontamento de cor :))

      Eliminar
  5. Se não te adaptares à nova auréola, não te preocupes, fico já com ela :)) Linda!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que remédio tenho senão adaptar-me, pois ao preço que ficam as cozinhas, esta agora vai durar até ao resto dos meus dias... :)

      Eliminar
  6. Eu tenho uma cozinha branca, como a tua foi, armários, azulejos, chão, tudo branco. Mas em vez de serenidade e calma só me traz arrelias. A mínima migalha ainda não caiu no chão já a cozinha parece imunda, um salpico parece um grafitti numa parede nova, um risco no chão parece uma poia de cão no passeio. A sério, tenho dias em que desejo com todas as minhas forças que a minha cozinha não fosse branca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, muito bonitas mas nada práticas no que à limpeza diz respeito. Valha-nos a Nossa Senhora das cozinhas brancas... :)

      Eliminar
  7. Vista daqui a tua cozinha parece perfeita. A minha é uma treta... e bastante pequena, mesmo mesmo mesmo muito exígua :( trocamos já!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vê o lado positivo, quanto mais pequena menos tens de limpar :)

      Eliminar
  8. Já tiveste uma cozinha branca, mas olha que esta, está muito mas muito gira :))

    ResponderEliminar
  9. Eu confesso que não gosto nada de cozinhas brancas. Mania minha ;)

    ResponderEliminar
  10. TODA a gente tem a ilusão da cozinha branca e não conheço NINGUÉM que mantenha o seu sonho decorativo depois de concretizá-lo. Digo-te mais: costumam até evoluir para um estilo que antes juravam a pés juntos JAMAIS adotar. Isso é evolução e maturidade, e antes era soberba e imaturidade.

    ResponderEliminar
  11. Vista daqui, a tua cozinha parece-me giríssima, podia muito bem fazer parte dum programa de tv de culinária :)
    Antes de me mudar para o Oeste também tive uma cozinha branca e jurei para nunca mais, tal era a trabalheira que dava a limpar... :D

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: