segunda-feira, 25 de maio de 2015

Correntes

Hoje no trabalho entregaram-me uma taça com uma massa cheia de bolhas e uma folha de papel que rezava assim:

Pão do Vaticano

Este pão trás boa sorte para toda a família.
Aquele que coze o pão tem um desejo realizado .
Apenas deve fazer o pão uma vez na vida.

Começa na 2ª feira.
É importante que o pão não esteja no frigorífico
Coloque a massa numa taça ou bacia de vidro e cubra com um pano. Só pode mexer com colher de pau, nunca com talheres de metal ou com as mãos.

2ª feira - junte 250 gr de açúcar. Não mexer
3ª feira . junte 250 ml de leite. Não mexer
4ª feira - junte 250 gr de farinha - não mexer
5ª feira - hoje pode mexer tudo
6ª feira - junte 250 de açúcar, 250 de leite, 250 de farinha. Mexa e divida em 4 porções. Dar 3 porções. A 4ª fica para si e é com ela que faz o pão
Sábado - junte à 4ª porção farinha, bicarbonato de sódio, fermento em pó, 3 ovos, açúcar baunilhado, óleo, nozes picadas, canela, passas pedaços de maçã e raspas de chocolate. Coloque numa forma e leve ao forno.
Boa sorte.

Isto deve ser daquelas correntes que se quebrarmos vamos ter 7 anos de azar, ou vai nascer-nos uma verruga no nariz, ou ficar com o rabo descaído ou então caem-nos as unhas e nunca mais nos cresce o cabelo. Mete aqui, junta ali, 1 semana para fazer um bolo?? Que se lixe o cu descaído ou as unhas, arranjo um coçador, eu vou masé fazer o bolo já amanhã e não penso mais no assunto. Isto é pior do que ter um Tamagochi...

26 comentários:

  1. Respostas
    1. Coisas da Província :))
      Quem me deu a massa, deu-me também a provar uma fatia do bolo já feito, era bastante bom :))

      Eliminar
  2. Ahahahaha ... realmente! :D Se não é corrente, é uma receita para um "bolo detox" ... com este calor o leite não aguenta tantos dias fora do frigorífico! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deram-me também uma fatia de um já feito e ainda não me deu o badagaio, até era bom :))

      Eliminar
  3. Quetedo! Inventam tudo. Agora bolo do Vaticano? Genuíno
    Kis:=>}

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deve ter sido ideia do Vaticano, mas acho que a ideia é partilhar tanto a massa como o bolo já feito. E olha que é bom, deram-me uma fatia :))

      Eliminar
  4. Acho que já tinha visto mas nunca "coloquei em prática"...
    :D
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em tempos já tinha feito algo parecido, mas tinha outro nome, era bom no fim de feito :)

      Eliminar
  5. Hahahahah eu também queria lá saber fazia era o bolo no dia, mas nunca tinha ouvido falar nisso parece aqueles s m s de anos atras que se não enviássemos para não sei quantas pessoas o desejo não acontecia ou tinha 7 anos de azar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa parte fui eu que inventei, mas nunca se sabe :))

      Eliminar
  6. Já tinha lido sobre esse bolo, parece engraçado até =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho, a ideia de partilhar é engraçada e provei uma fatia da pessoa que já o tinha feito e era bom :)

      Eliminar
  7. há uns meses andou essa corrente pela terrinha dos meus pais. Safei-me de o fazer :P

    ResponderEliminar
  8. Respostas
    1. Com este calor podia correr mal, congelei para fazer em dias frescos :)

      Eliminar
  9. A mim já me quiseram tentar por duas vezes mas recuso sempre. Não vou em correntes seja lá do que for.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz a folha que só se deve fazer uma vez :)

      Eliminar
  10. Já o fiz, o bolo é mesmo delicioso.

    ResponderEliminar
  11. Não me quer parecer que algures na história da humanidade um Papa tenha iniciado esta corrente de partilha gastronómica… Talvez a associação da receita ao Vaticano seja pelo aspecto da partilha.
    Duas características que associo também a esta receita são a paciência e o respeito. A paciência por só poder juntar cada ingrediente no respectivo dia, durante seis dias, e o respeito por todas as restrições apresentadas nas notas da receita.
    Para quem gosta de fazer pão como eu, fazê-lo em casa é um daqueles programas perfeitos e foi perfeito.
    Para mim esta receita é uma história de partilha e é isso que mais me agrada.
    Este Bolo é como um conto, ele conta uma história de partilha e paciência. Mas quem conta um conto acrescenta um ponto e eu quis acrescentar o meu ponto a esta história. Como menina rebelde não mexi na essência da história que é a partilha e a paciência mas fui rebelde nos últimos ingredientes.
    A receita original mandava juntar mais farinha, bicarbonato de sódio, ovos, fermento para bolos, açúcar baunilhado, óleo, nozes, maçãs e canela e raspas de chocolate. Eu juntei farinha, açúcar baunilhado e sem se baunilhado, bicarbonato de sódio, ovos, fermento para bolos, óleo, nozes, maçã ralada, chocolate granulado, granulado colorido, sementes de sésamo e de chia.
    Por cima deitei banana seca. Levei ao forno médio e a magia aconteceu. O pão cresceu e ficou lindo. Garanto-vos que ficou delicioso e compensou a espera.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão em tudo o que dizes, a ideia é a partilha e a paciência. Provei da pessoa que me deu a massa e gostei, mas com este calor tive receio, deixei na taça para fazer no dia seguinte e aquilo cresceu tanto, que a tampa saltou e foi caindo para fora. Congelei para fazer em dias mais frescos :))

      Eliminar
  12. A minha mãe fez isso há muito pouco tempo! E saiu bem :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ser abençoado :)) mas é bom que provei de quem me deu a massa :)

      Eliminar
  13. Gaja, fiz meu Bolo do Vaticano há uma semana e não juntei passas ou nozes, só o chocolate e ficou óptimo! O Senhor Meu Marido disse que tinha ficado fã do bolo, mas avisei logo que aproveita-se bem, porque não o podia fazer mais...Tb não quis quebrar a corrente, tb pensei em sete anos de azar, mais pragas do Egipto á mistura. Não pedi o desejo, mas adorei a experiencia da partilha, até porque as três colegas a quem dei amanhã vão conter-me como ficou. ;)

    ResponderEliminar
  14. é bom não é? ainda bem que gostaste e as tuas colegas também vão gostar e com sorte ainda te trazem uma fatia para ti :)) Beijinhos

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: