quarta-feira, 21 de outubro de 2015

À noite

Tinha tudo para ser mais uma pedalada nocturna espectacular. 
O céu laranja fogo com o sol incandescente a esconder-se por entre os pinheiros, o céu ficou entretanto pintalgado de pequenos pontos brilhantes, a lua iluminava-nos o caminho e uma leve brisa amena acariciava-nos a pele a descoberto. Duas corujas, pousadas à procura de ratos para comer levantaram voo à nossa passagem e sobrevoaram as nossas cabeças, tão bonitas. Vários coelhos correram à frente das nossas luzes, passámos por uma comunidade cigana que fazia fogueiras para cozinhar o jantar, vários cães nos perseguiram, atrapalhámos um jovem casal que namorava num canto escuro, os paus e as folhas rangiam à nossa passagem. De repente oiço: "Olha, um porco da índia!" Quando ouvi a palavra porco, comecei à procura de um animal grande a fugir à nossa frente, mas não, a única coisa que encontrei foi uma pequena bola de pêlo branca. "Mas isto é um hamster!" Mas o que andava o pobre do animal a fazer no meio do pinhal? Ou fugiu ou tinha sido ali abandonado. Ainda tentámos agarrá-lo mas o pobre do bicho assustou-se e fugiu. A bicharada que vimos hoje, o céu,as estrelas, o cheiro a noite e a verde. Tinha tudo para ser uma pedalada nocturna fantástica não fosse ter começado a ver uma miúda a ser atropelada numa passadeira, mesmo atrás de nós, era ainda dia. Quando ouvi a travagem, olhei e ainda vi a miúda no ar, fiquei doente! Tantos animais à solta...

24 comentários:

  1. Respostas
    1. Também eu, principalmente quando a pessoa que atropelou começou a dizer que não tinha culpa.

      Eliminar
  2. Testemunhar acidentes, deixa marcas. Então, assim, ver tão perto o acontecido!

    ResponderEliminar
  3. Coitadinha. Há tantos atropelamentos. Nem temos ideia...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, é preciso estarmos sempre muito atentos.

      Eliminar
  4. É angustiante assistir a um atropelamento :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só me apetecia bater no automobilista, coitadinha da miúda.

      Eliminar
  5. Bem...que triste mesmo. Tão romântica a descrição inicial e um fim tão trágico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Primeiro que me passassem as tremuras... pensamos sempre que podia ser um dos nossos.

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Acabou por não ser grave, mas só o susto que apanhou..

      Eliminar
  7. Essas imagens perseguem-nos e não nos largam...
    Oxalá a menina recupere.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apesar do aparato, não me pareceu ser grave, mas coitadinha estava tão assustada...

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Levantou-se, um pouco esfarrapada e a coxear e muito assustada, fui chamar a família, demos o nosso contacto para o que fosse necessário e seguimos viagem. Insisti que chamassem a ambulância apesar de ela dizer que estava bem. Nunca se sabe.

      Eliminar
  9. Tantos animais à solta.... Como tens razão


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sei o que diga. Uma passadeira mesmo em frente à paragem do autocarro que vem da escola... ainda por cima a condutora só dizia que não tinha culpa. Uma distração acontece a todos, eu sei, mas imagem não me sai da cabeça.

      Eliminar
  10. A última frase diz tudo...e fiquei sem palavras...! Vou acreditar que a menina vai recuperar...tem de ser!
    beijinhos grandes :) !
    Obrigada pelo teu apoio lá no blogue, bom, muito bom voltar aqui!
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai ficar bem, foi maior o susto do que a gravidade do embate. Beijinho grande, estou a torcer por ti :)

      Eliminar
  11. Espero que a miúda recupere bem ... é como tu dizes, há muitos animais à solta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim espero, até porque me pareceu não ser grave. Nisto da estrada é preciso muita cautela. :)

      Eliminar
  12. Pois, realmente, que chatice isso do atropelamento... :O Tens toda a razão, há muitos animais à solta...
    Se a pedalada foi na quarta-feira à noite, também achei o fim de tarde e a noite muito amenos... Não fui pedalar mas corri pela noite escura e parecia verão :D

    ResponderEliminar
  13. Gaja, não há que confundir: animais são animais, bestas são bestas.

    Um bom final de semana :)

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: