quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Pronto, já podem matar-me se quiserem

Diz-se por aí que no mundo virtual, todos criam personagens bonitos e bons e felizes.
Pois eu admito aqui e agora que sou uma péssima mãe, péssima filha, esposa, irmã e amiga. Colega de trabalho então, até sou capaz de ser uma autêntica bruxa. Já andei a conduzir e ao telefone, já passei traços contínuos vezes sem conta e ando quase sempre em excesso de velocidade. Já matei animais, especialmente aranhões, melgas e lagartixas e faço-o de novo e sempre que o consiga fazer a uma distancia considerável. Já roubei fruta em quintais alheios e uma vez até roubei uma braça de uma planta, a dona viu e queria chamar a polícia, quase a matei à má língua. Dei umas palmadas nos meus filhos e fiz bullying a uma vizinha quando era garota. Já menti, já omiti, custa-me pedir desculpa, sou do mais arisca que pode haver e não gosto cá de beijoquices. Sou teimosa e refilona que só visto, orgulhosa então, deve haver poucas como eu. Sou egocêntrica e tenho dificuldade em colocar-me no lugar dos outros. Quando embirro com alguém ou alguma coisa, não vejo um palmo à frente do nariz.
Não vivo do blog porque sou burra que nem uma porta e não só porque não quero, mas porque não tenho capacidade para tal. Não sou rica porque não tive a esperteza nem de casar com um homem rico nem de ascender na profissão. Não sou linda, nem alta, nem boa como o milho e simpática é só às vezes. Não aprecio velhinhos nem criancinhas birrentas.
Resumindo e concluindo, não ando aqui para enganar ninguém nem aqui nem na vida real. Dissimulada é o que não sou nem um bocadinho, mas até gostava. Mesmo! É que isto de morrer de morte matada não há-de ser fácil.
E pronto! Assim sendo podem então matar-me, mas aviso já que sou dura de morrer.
Já morri de amor, de desgosto, já morri de dor e de tristeza, já morri de várias outras mortes e voltei sempre a nascer.
Sei nadar, sei fugir a correr e de bicicleta, sei body combat e já não tenho vesícula. Por isso, vejam lá como é que me matam, ok?
Até!



P.S. Vejam lá bem isso que eu até sou gira e fixe e sei fazer algumas coisas mais ou menos ok? Ah! E gosto de animais e de algumas pessoas e choro nos filmes, sou trabalhadora, amiga de quem é meu amigo e muito leal. Bom, pese embora tudo o que disse ali em cima, sou até bastante prendada. Reconsiderem isso do matar-me, vá.

11 comentários:

  1. Ahahahahahahahah

    Faz-me rir e eu prometo que não te faço chorar
    Trata bem de mim e eu bem de ti vou tratar
    Olá nina, quero tratar de ti


    Beijo em TU Gajinha


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahah Non, a maluqueira está a agravar-se, isso sim :))
      Tudo em cima, beijinhos

      Eliminar
  2. Parece-me que a amiga é que nos quis matar de riso.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. És mas é um furacão!
    E eu gosto de ti assim :)

    ResponderEliminar
  4. Óh páh... para te ser "ernesta" e "simsséra"... o que te safou mesmo, mas mesmo... foi aquele post Scriptum"
    É que estava quase quase... a mandar um beijo!

    Assim sendo... mando dois!
    😘😘

    ResponderEliminar
  5. Quem diz a verdade não merece castigo!!!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  6. Epá, ainda bem que li isto antes de me declarar apaixonadíssimo por ti! Do que eu me livrei! =P

    ResponderEliminar
  7. Tu andas com excesso de velocidade? Faxavor de calibrar as rodas da bike!
    Kisses.

    ResponderEliminar
  8. Sempre ouvi dizer que quem diz a verdade não merece castigo.

    ResponderEliminar
  9. Adoro. O melhor post que li hoje, sem dúvida! :)

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde:- Pobre do seu marido. Imagino a "dieta" que passa, lool
    " Mais a sério": Ri com gosto com a sua publicação. Fiz-me seguidor e linkei no brincando. Pronto calo-me senão ainda levo uma vassourada...lol
    .
    * Mulher: carinho ardente em nobre Poesia *
    .
    Feliz semana

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: