domingo, 31 de janeiro de 2016

Os olhos também falam

Quando inexplicavelmente procuramos as palavras e elas nos fogem, quando vasculhamos bem fundo a ver se as encontramos e não. Corremos atrás delas, remexemos á procura mas não. Definitivamente agora não. Se nuns dias elas saem sem nós  querermos, noutros parece que se esfumam por entre o nevoeiro cerrado. Talvez tenha sido no caminho para o trabalho ao atravessar aquela bruma intensa que o sol naquele momento ainda fraco, não conseguia furar. Talvez tenham desertado assustadas com a voracidade do meu pensamento que ganhou asas pelo caminho. Aguardo o andamento da manhã, se eu não  mais as procurar, talvez elas vão  voltando.
Por agora tenho os olhos. Que os olhos também  falam!

20 comentários:

  1. Respostas
    1. Uma grande chatice quando as palavras nos fogem :))

      Eliminar
  2. ...e como "falam" (os olhos...)! Tenha um excelente dia.

    ResponderEliminar
  3. Não te preocupes Gajinha, elas voltam :)

    Entretanto leio-te os olhos e... que bem que falam

    Bom dia,bom trabalho

    ResponderEliminar
  4. Que bonitas palavras...imagino quando as "palavras" voltarem!
    Beijinho!

    ResponderEliminar
  5. Os olhos também falam, mas é preciso que os saibam e queiram ler...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aí está uma grande verdade. Contemos que saibam :))

      Eliminar
  6. Os olhos reflectem o que vai na alma.
    Gajita, tem no andar de baixo os Parabéns e a tentativa de adivinhar o teu nome.
    Kis:=)

    ResponderEliminar
  7. Às vezes basta um olhar para se entender o que se diz, depende dos dias, às vezes também as palavras não me saem.

    ResponderEliminar
  8. É mesmo... às vezes não é preciso falar, basta um olhar que diz tudo...
    :-)

    ResponderEliminar
  9. E, no entanto, as palavras transmitiram, exemplarmente, um certo estado de espírito. Afinal, quem é mal agradecido(a)? :)
    Um beijinho, Gaja :)

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: